segunda-feira

a Natércia


A Natércia faleceu no passado dia 23, na companhia da família do Bando, durante a interminável roda da fortuna de encontros e desencontros de trabalho. Alguns dias antes tínhamos proposto à Natércia apresentar País Imaginário na iniciativa "aos sábados traga a cesta à quinta", e ela aceitou. No sorriso com que recebia cada espectador e amigo, na sua disponibilidade e simpatia, a Natércia fazia do seu trabalho - e dos de outros - um prazer. De forma justa, o velório realizou-se na encosta do Vale de Barris, nesse sábado mais silenciosa, testemunhando um outro teatro.
Natércia de Campos Pires nasceu a 7 de Julho de 1935. Assistente Social de formação, cedo se dedicou à cultura, tendo passado pelo Instituto da Alta Cultura, pela comissão instaladora da Universidade Nova de Lisboa e secretaria de Estado da Cultura e Investigação.
Após o 25 de Abril de 1974 foi secretária coordenadora dos departamentos de Ciências Sociais e Humanas e Ciências Exactas e Tecnológicas da Universidade Nova de Lisboa e, em 1976, ingressou no grupo de teatro A Comuna.
Natércia Campos integrou a equipa que dirigiu a área cultural da Expo´98 e realizou um programa cultural da RDP1, intitulado Teatro é Cultura.
Fazia parte do Teatro O Bando há 19 anos, onde era produtora.