segunda-feira

Notícia "Debaixo da Cidade" no AMAC

Apresentamos a primeira notícia sobre a Vigilâmbulo Caolho, a propósito da estreia de Debaixo da Cidade. Foi publicada na edição de 18 de Março do Jornal do Barreiro, por David Ribeiro.

“Debaixo da Cidade” é uma peça da autoria de Gonçalo Tavares e que conta com a produção da companhia Vigilâmbulo Caolho. O nome é um pouco invulgar, mas é definido como uma figura irónica e ambígua que mistura o erudito e o popular, caminhando meio acordado meio a dormir e com cada olho virado para seu lado, tendo visões e pensamentos diferentes perante uma situação, o que é confuso, mas não tanto depois de se assistir a “Debaixo da Cidade”.
A peça conta-nos a historia de uma personagem que vive juntamente com os seus móveis debaixo de um lençol que os cobre do mundo exterior.
Toda a desarrumação da casa, que era composta por mobílias usadas, entre outras peças decorativas pertencentes certamente a qualquer de casa antiguidades, era comparada com a confusão mental da própria personagem.
São quatro as vozes que este personagem funde na sua cabeça, que lhe dizem o que está bem e o que está mal, fazendo-o sentir cada vez mais em ebulição, e são interpretadas por Júlio Mesquita, Pedro Manuel, Ricardo Guerreiro e Horácio Manuel, todos eles também escondidos do exterior, encontrando-se debaixo do lençol.
Contando já com três anos de existência, a Vigilâmbulo Caolho tem como actividade principal a produção de espectáculos de interesse pelo erudito e pelo popular, ligados à história do teatro e das artes plásticas, através das obras adaptadas e criações originais seja de teatro amador ou profissional.